O que é sarcopenia em idosos? Como tratar e prevenir?
Siga-nos!

Siga-nos


Qualidade de vida e Bem-estar

Encontre aqui no blog Extima matérias sobre o universo da saúde muscular como a sarcopenia e outras doenças musculoesqueléticas, atividades físicas, envelhecimento saudável, alimentação, qualidade de vida e bem-estar.

3 semanas atrás

O que é sarcopenia em idosos? Como tratar e prevenir?

A sarcopenia é uma doença possível para diversas fases da vida, mas sabe-se que nos idosos ela pode agir de uma forma mais profunda e nociva. Conhecer e saber formas de retardar o seu avanço é o ideal para uma vida mais confortável e tranquila. Vamos conhecer abaixo um pouco mais sobre ela.

 

sarcopenia em idosos

 

O que é sarcopenia?

 

A expectativa de vida da população tem aumentado cada vez mais, e o envelhecimento é uma consequência disso. Antigamente, a sarcopenia não era classificada como uma condição médica, apenas um reflexo do passar dos anos. Após levantamento médico, foi constatado que além de ter como evitar, é possível inclusive repor e melhorar a qualidade de vida da terceira idade e, a partir disso, a sarcopenia foi classificada e tratada como um quadro clínico.

 

Atualmente, o Brasil é classificado como o 6º país mais idoso do mundo, tendo nos últimos anos um aumento de 5% desta população. Isso inspira mais atenção com esse tipo de paciente, para um tratamento mais eficaz e completo.

 

Esta doença afeta diretamente os músculos do corpo todo, o reflexo são membros mais frágeis e suscetíveis a lesões. A perda muscular é esperada com o avanço dos anos, já que é sabido que após os 35 anos nosso corpo começa a perder ou parar de produzir certos hormônios responsáveis por nos manter ativos, como a testosterona e estrogênio, por exemplo.

 

Os músculos são extremamente importantes para nosso corpo, ele com o esqueleto nos mantém de pé e ativos, conforme ele resseca e aumenta as chances de machucados, a redução de vitalidade fica cada vez mais visíveis. Por isso é importante sempre estar atento ao que o corpo nos fala.

 

Quais os sintomas da sarcopenia?

 

Os sintomas podem ser visíveis ou não. Desde redução da circunferência dos membros até mesmo a falta de força para levantar objetos ou para se locomover. Um teste rápido é medir a panturrilha, o ideal é que ela se mantenha com o mínimo de 31cm nas mulheres e 33 a 34cm nos homens.

 

Também é importante acompanhar a firmeza em segurar objetos do dia a dia, como garfos ou canetas. A firmeza da mão para uma assinatura ou até mesmo dores corporais sem haver exercícios causadores de tal situação.

 

Um agravante pode ser relacionado a possíveis comorbidades como a osteoporose, que fragiliza a estrutura corporal, reduzindo a mobilidade do idoso e, consequentemente, a rotina de exercícios pode ser afetada de forma direta.

 

Como tratar a sarcopenia em idosos?

 

Por se tratar de uma doença pré-disposta em toda a população, é preciso estar atento aos sinais e se prevenir desde cedo. Uma rotina completa de exercícios, assim como uma alimentação balanceada e rica em macronutrientes, como proteínas e gorduras, é o ideal para se afastar cada vez mais do diagnóstico.

 

Os exercícios físicos mais importantes para um bom desenvolvimento muscular são os exercícios de força, que mantêm os músculos mais firmes e com melhor regeneração. De qualquer forma, é importante estar atento também ao limite do seu corpo, forçar pode levar a uma nova condição clínica. Outro ponto importante para a saúde muscular é a hidratação.

 

Parte dos nossos músculos é composta por água e conforme nos mexemos ele tende a perder um pouco desse componente. A água também nos mantém alertas, além de ser indispensável para o dia a dia. Caso haja uma dificuldade para a ingestão dessa bebida, o idoso pode optar em beber chás ou sucos, preferencialmente naturais.

 

Para uma vida saudável, além de necessário uma alimentação adequada e exercícios físicos, é também necessário evitar o consumo de bebidas alcoólicas em excesso e o tabagismo, estes que são vilões para a nossa saúde em qualquer fase das nossas vidas.

 

Quais exercícios podem prevenir a sarcopenia em idosos?

 

Como dito acima, os exercícios de força são os ideais para se manter longe da sarcopenia, por isso é importante separar pelo menos 30 minutos do seu dia para alguns movimentos, mesmo que em menor intensidade. Alguns exemplos abaixo:

 

  • Flexões de braço;
  • Elevação de quadris, pernas ou braços;
  • Prancha;
  • Leves torções de tronco (que podem inclusive serem feitas na cama mesmo).

 

Atualmente, algumas academias têm se mostrado pioneiras e trazido opções de atividades físicas para a melhor idade, com acompanhamento e de acordo com o nível de cada pessoa. Aulas como pilates e ioga também são interessantes para esse público, uma vez que seu foco é exatamente esse, o fortalecimento muscular.

 

Não é imprescindível o uso de equipamentos, essas atividades podem ser feitas apenas com o próprio corpo, mas se sentir que ele pede mais resistência, os equipamentos podem ser inseridos aos poucos.

 

Outra opção viável são caminhadas ao ar livre. Diferente de usar uma esteira, ao ir a um parque ou uma praça o idoso além de exercitar o corpo também usa a mente. Tem acesso a aromas e texturas, além é claro de ter mais intensidade, já que um ambiente externo é propício a obstáculos inesperados.

 

A importância da suplementação alimentar

 

Buscamos extrair sempre todos os nutrientes da alimentação diária, mas é claro que pode ocorrer de nosso corpo não administrar de forma completa e precisar de uma ajuda para processar tudo isso, dessa forma é interessante a suplementação nesses casos. É importante se atentar ao que o corpo diz. Para conhecer mais sobre suplementação acesse aqui.

Mais em Qualidade de vida e Bem-estar

Receba nossas novidades

Preencha o campo abaixo com o seu e-maile receba todas as novidades do nosso universo em primeira mão.