Novembro Azul: Por que a campanha é tão importante para a saúde masculina?
Siga-nos!

Siga-nos


Institucional

Encontre aqui no blog matérias falando sobre patologias, saúde, bem-estar, qualidade de vida e conteúdos sobre o universo Apsen e seu propósito: o cuidado que transforma.

4 semanas atrás

Novembro Azul: Por que a campanha é tão importante para a saúde masculina?

A campanha Novembro Azul foi criada com o objetivo de conscientizar os homens sobre a prevenção contra o câncer de próstata. O Instituto Nacional do Câncer registrou 68 mil casos da doença e 15 mil mortes em 2018.

 

O movimento ganhou força por incentivar a realização de exames preventivos, tentando amenizar o medo e o preconceito que surgem com a falta de estimulo ou mesmo de conhecimento suficiente.

 

A saúde de homens e mulheres tem sido um dos assuntos de maior relevância para a Apsen. Ficamos satisfeitos em demonstrar nossa preocupação com a sua saúde e mais do que informar, queremos cuidar de você. Estaremos juntos não apenas no mês do Novembro Azul, mas durante todo o ano, levando conteúdo de qualidade a respeito de causas tão necessárias como essa.

 

Descubra agora por que a campanha é importante e como você pode ajudar a salvar vidas masculinas.

 

Novembro Azul

 

Como surgiu a ideia do novembro azul para conscientização de diversos homens?

 

O Novembro Azul surgiu em 2003, e ficou mundialmente conhecido após uma conversa entre dois amigos australianos, que imaginaram como ficariam ao aderir à moda do bigode, já que naquela época poucos homens ainda usavam.

 

Os amigos Travis Garone e Luke Slattery, ganharam um grande incentivo quando souberam que a mãe de um colega arrecadava fundos para combater o câncer de mama. Através disso, eles deixaram o bigode crescer para divulgar a conscientização de doenças masculinas, escolhendo o mês de novembro, pois no dia 17 comemora-se o Dia Mundial do Combate ao Câncer de Próstata.

 

A partir daí, surgiu a Movember Foudantion, – uma mistura das expressões moustache = “bigode” e November = “novembro” -, órgão sem fins lucrativos, criado para arrecadar fundos no combate ao câncer de próstata. No Brasil, as ações começaram em 2008, com a criação do Instituto Lado a Lado pela Vida (LAL), pioneiro na divulgação do Novembro Azul no país desde 2011.

 

O que preciso saber sobre o câncer de próstata?

 

A próstata é uma glândula masculina localizada abaixo da bexiga, sendo responsável pela produção de nutrientes presentes no esperma. O tumor atinge grande parte da glândula seminal, prejudicando seu funcionamento.

 

De acordo com dados obtidos pelo instituto Prostate Cancer Foundation (PCF), que constantemente realiza pesquisas sobre a doença, 1 a cada 9 homens será diagnosticado com câncer de próstata ao longo de sua vida. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Urologia, o câncer de próstata é o tipo de câncer mais comum no homem e o segundo em mortalidade.

 

Alguns fatores de risco são:

 

  • Idade: A idade é um fator predominante em homens com mais de 50 anos. O grupo com maior incidência de casos fica na faixa etária entre 60 a 65 anos.

 

  • Histórico familiar: Pessoas que possuem parentesco de primeiro grau com alguém que foi diagnosticado com a doença possuem maiores riscos para o desenvolvimento dela em seu organismo.

 

  • Genética: Alterações genéticas hereditárias como a mutação dos genes BRCA- 1 ou BRCA- 2 e a síndrome de Lynch aumentam o risco para alguns tipos de câncer, incluindo o câncer de próstata.

 

Quando devo procurar ajuda médica sobre o câncer de próstata?

 

O tumor não apresenta sintomas em sua fase inicial. Por conta disso, é preciso atentar-se quando perceber algo incomum, já que muitos sintomas costumam surgir na fase avançada da doença.

 

O médico responsável pelos cuidados da próstata é o urologista e os sintomas mais comuns são:

 

  • Dificuldade de urinar
  • Dor nos ossos
  • Insuficiência renal

 

 

O Novembro Azul fala da realização de exames preventivos, quais são eles?

 

Conforme informações da Sociedade Brasileira de Urologia, os exames mais comuns de prevenção para o câncer de próstata são o toque retal e a dosagem de PSA. O toque retal é um exame que gera insegurança e preconceito pela maioria dos homens.

 

O Novembro Azul, por sua vez, encoraja sua realização, pois o que muitos homens não sabem, é que esse procedimento costuma ser rápido e indolor. O médico usa uma luva lubrificada e pode realizar o exame com o paciente em pé. Através do toque retal é possível identificar sinais de doenças como inflamações, alterações nas glândulas e o surgimento de nódulos.

 

Já o exame de sangue identifica se os níveis de PSA (Antígeno Prostático Específico) estão elevados. Essa substância é produzida na próstata e seus níveis normais devem estar abaixo de 4ng/ml.

 

Alguns exames como a biópsia, ultrassonografia, ressonância magnética e tomografia computadorizada podem ser solicitados para um diagnóstico detalhado.

 

Quais são as formas de tratamento do câncer de próstata?

 

O tratamento vai depender de fatores como o estágio da doença, expectativa de vida do paciente e como anda sua saúde mental.

 

Em fase inicial há um monitoramento para acompanhar a evolução do tumor, havendo intervenção somente quando necessário. Em fases moderadas e avançadas, diversos meios como cirurgia combinada com tratamento hormonal e radioterapia podem ser utilizados.

 

Lembrando que o Novembro Azul procura ressaltar a importância da realização de exames frequentes em pessoas com idade a partir de 50 anos, porque o diagnóstico precoce pode gerar 90% de chances de cura.

 

E falando de cuidados com a saúde do homem, a Apsen possui parceria duradoura com urologistas, sempre realizando pesquisas com médicos da área para trazer o que há de mais inovador no mercado para você.

 

Como posso fazer parte da campanha Novembro Azul?

 

Divulgue! A campanha Novembro Azul ganha força quando mais pessoas estão comprometidas em espalhar as informações certas, na hora certa. Em alguns lugares, empresas e instituições publicam ações durante todo o mês. A campanha também pode trazer notícias sobre cuidados com a hipertensão e doenças sexualmente transmissíveis.

 

Os homens costumam deixar o bigode crescer e as mulheres usam o bigodinho falso como ato de manifesto. Além disso, a cor azul toma conta do vestuário de muita gente, colorindo também prédios, monumentos e campanhas publicitárias.

 

Se puder ajudar com doações, procure informação sobre órgãos que arrecadam fundos para pessoas que estão em tratamento do câncer de próstata.

 

As redes sociais também são muito importantes para incentivar um grande número de pessoas. Que tal compartilhar esse artigo com seus amigos e familiares?

 

Aproveita e segue a gente no Facebook e Instagram para não perder nada.

Mais em Institucional

Receba nossas novidades

Preencha o campo abaixo com o seu e-maile receba todas as novidades do nosso universo em primeira mão.