Benefícios do uso de probiótico associado à enzima lactase - Apsen Farmacêutica - O cuidado que transforma!
Siga-nos!

Siga-nos


Saúde Digestiva

Encontre aqui no blog Lactosil matérias sobre os benefícios do leite e seus derivados, o universo da gastroenterologia como a restrição alimentar e a má digestão da lactose, receitas e qualidade de vida e bem-estar.

2 semanas atrás

Benefícios do uso de probiótico associado à enzima lactase

Você sabia que “probiótico” é uma palavra de origem grega, que significa “a favor da vida”? O uso de probióticos, os microrganismos vivos que estão cada vez mais populares por aqui, promete benefícios incríveis à saúde como um todo, mas qual será sua função quando pensamos em associá-los à enzima lactase? Descubra no artigo de hoje quais são os benefícios do uso de probiótico associado à enzima lactase.

 

probiótico

 

 

 

Quando ocorre a suplementação com probióticos, mais exatamente do gênero Lactobacillus, associada à lactase, há somente ganhos para o intolerante à lactose.

Isso ocorre porque, nos casos de deficiência de lactase, é possível que surja um estado de disbiose – nome difícil que, basicamente, explica o desequilíbrio entre a quantidade de bactérias protetoras e agressoras, o que torna o intestino mais frágil.

Ao combinar o Lactobacillus acidophilus NCFM com a enzima lactase, os resultados são os melhores possíveis, pois o probiótico pode auxiliar na saúde gastrointestinal. Leia aqui sobre a relação entre a intolerância à lactose e o uso de probióticos.

Outro fato importante sobre a suplementação com probióticos é que eles são capazes de complementar eventuais falhas encontradas com a suplementação de lactase. Ou seja, se algo fica “descoberto” durante a suplementação com lactase, os probióticos serão os responsáveis por zelar pelo bom funcionamento do organismo, visto que o Lactobacillus acidophilus NCFM também fornece lactase ao organismo, potencializando a digestão da lactose.

 

 

 

Como a enzima lactase associada ao probiótico age no organismo?

 

Imagine que você é intolerante à lactose e descobriu isso há pouco. Seu médico, que vem acompanhando os avanços dos sintomas, faz todos os testes, suspende a lactose e solicita os devidos exames.

Com resultados em mãos e o diagnóstico de intolerância à lactose, surge então uma nova rotina. A partir de agora, você poderá ter a companhia do probiótico associado a enzima lactase, que pode ser consumido diariamente. E também a enzima lactase pura, que pode estar com você nos dias em que tiver mais do que uma refeição que contenha lactose.

 

Você pode consumir 1 cápsula de Lactosil Flora ao dia para perceber os benefícios do probiótico em sua saúde gastrointestinal. Não deixe de consultar seu médico e/ou nutricionista.

Caso tenha mais do que uma refeição com lactose no mesmo dia, você pode consumir a enzima lactase em tabletes mastigáveis ou em sachê, dissolvidos em água ou nas próprias refeições com leite.

No intestino, a enzima lactase realizará a quebra de dois açúcares simples, mas que os intolerantes não conseguem digerir: a glicose e a galactose. Com essa quebra, o organismo consegue, então, dirigir a lactose sem que sofra desconfortos intestinais ou demais sintomas da intolerância.

 

Acompanhe Lactosil no Instagram e Facebook e tenha acesso a mais conteúdos sobre a saúde digestiva.

 

Fontes

Nestlé

Portal PED

Mais em Saúde Digestiva